Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saúde e Bem-estar

O Saúde e Bem Estar é um blog dedicado à divulgação e partilha de conselhos para adopção de uma vida mais saudável.

O Saúde e Bem Estar é um blog dedicado à divulgação e partilha de conselhos para adopção de uma vida mais saudável.

Saúde e Bem-estar

03
Ago20

Dentes amarelos? 5 dicas fundamentais para os manter saudáveis

Maria Martins

christian-bowen-yuOAcypoF1I-unsplash.jpg

Christian Bowen 

Tem os dentes amarelos? Tem os dentes escurecidos? Aprenda a prevenir as manchas nos dentes e conheça 5 dicas fundamentais para manter os dentes saudáveis 

Aprender a escovar. 

O primeiro passo para evitar os dentes amarelos e mantê-los saudáveis é aprender a escovar os dentes. Sim, leu bem! Embora seja um acto quotidiano, nem sempre escovamos os dentes correctamente. O ideal é escovar em movimentos circulares, sem demasiada força (para não perder a gengiva), e complementar a escovagem com fio dental. 

Fazer uma limpeza dentária anual. 

Outra das formas de evitar os dentes amarelados é fazer uma limpeza ou destartarização anual. É normal que se vá formando tártaro e, pelo menos uma vez por ano, é conveniente fazer essa limpeza dentária e a destartarização. Outros dentes, especialmente os últimos molares e os sisos, também são difíceis de limpar na escovagem diária, por isso é altamente recomendável fazer uma limpeza anual para evitar os dentes amarelos. 

Evitar alimentos que "mancham" os dentes. 

Alguns alimentos podem causar manchas nos dentes porque o nosso esmalte é permeável e ganha pigmentos. Então, os nossos inimigos são: o café, o chá, o vinho tinto, os refrigerantes, o sumo de uva, o molho de soja, o caril, o ketchup, o sumo de beterraba, o açaí e os mirtilos. Outros alimentos danificam e mancham os dentes porque são excessivamente ácidos, como a lima, o limão, o abacaxi ou o kiwi. 

Deixar de fumar. 

Já sabemos que fumar é um péssimo hábito, mas não se limita aos problemas pulmonares. Os fumadores tendem a ficar com os dentes mais amarelados e têm, no geral, mais problemas de  saúde oral. Por isso, se lhe faltam motivos para deixar… Pense que pode ficar sem o seu sorriso! 

Branqueamento de dentes

O branqueamento de dentes é um tratamento mais agressivo do que a limpeza. Implica "raspar" uma parte do esmalte dentário, o que significa que desgasta os dentes e que não pode ser repetido muitas vezes. No entanto, se tem tendência a ficar com os dentes amarelos (mesmo tendo todos os cuidados de higiene bucal), é uma opção a considerar. 

 

27
Jul20

4 Dicas para ter a pele sempre saudável

Maria Martins

hichem-dahmani-T5AAr_PfdRA-unsplash.jpg

 

Beba mais água

Uma das melhores maneiras de melhorar a nossa pele, especialmente no Verão, é beber mais água. Se é uma daquelas pessoas que tem sempre acne e borbulhas no Verão, a água vai ajudar a evitá-las. Além disso, a água ajuda a diluir a gordura que ingere através da alimentação (ai esses gelados!). Por isso, também ajuda a evitar os problemas de pele que se devem à pele gordurosa. E, claro, este truque funciona ainda melhor se o combinarem com um tratamento facial.

Tenha mais atenção à alimentação 

Já dei a entender isto, mas o que comemos influencia muito a nossa pele. O ideal é ter uma dieta variada, com muitos legumes e frutas, para obter todas as vitaminas, antioxidantes e sais minerais que precisamos. Se comermos frutas e vegetais diferentes ao longo do dia, temos naturalmente tudo o que vem nos cremes para a pele! E nunca é demais repetir: evitem molhos e alimentos gordurosos. 

Tomar a pílula

A pílula anticoncepcional pode ser uma arma contra o acne. Obviamente, devem falar com seu médico primeiro! Todos os contraceptivos hormonais têm efeitos colaterais e geralmente não podem ser misturados com outros medicamentos. No entanto, se têm acne descontrolada, é verdade que a pílula pode ajudar. E se já estiverem a tomar um anticoncepcional hormonal, conversem com o médico sobre mudar para uma pílula de estrogénio que tem esse “efeito secundário”.

Limpeza da pele

Limpar a pele todos os dias, no final do dia, ajuda a eliminar toxinas e a manter a pele em boas condições, principalmente se estiverem expostos a poluição ou sujidade no dia a dia. Ocasionalmente, também é bom fazer uma limpeza de pele mais profunda, para remover os pontos negros num salão de estética de confiança – atenção à  zona T! Para o resto do corpo, uma drenagem linfática é a melhor opção para eliminar as impurezas. 

 

22
Jun20

Como cuidar dos seus pais ou avós

Maria Martins

monica-leonardi-Bp8rssVTi-o-unsplash.jpg

Photo by Monica Leonardi on Unsplash

Para muitos de nós, uma das partes mais ingratas de toda a quarentena foi estar longe das pessoas de quem mais gostamos e que sempre cuidaram de nós: pais e avós. No entanto, desta vez estar longe foi uma forma de os proteger. Mas o que podemos fazer agora?

Apoio domiciliário 

Para quem continua a trabalhar – especialmente quem tem profissões de risco, na área da saúde, limpeza e supermercados – contratar um serviço de apoio domiciliário pode ser uma boa opção. Isto permite que os seus pais ou avós continuem em casa e no bairro que sempre conheceram, mas têm apoio diário para tomar a medicação, comer, tomar banho ou outras actividades para as quais precisam de ajuda. Quem presta apoio domiciliário deve levar sempre máscara, luvas e viseira.

Fale com um nutricionista

À medida que vamos ficando mais velhos, temos mais tendência a ficar hipertensos, diabéticos, intolerantes a comidas mais fortes e também mais frágeis no que diz respeito ao sistema renal e hepático. Muitas destes problemas de saúde podem ser controlados pela dieta, por isso é essencial marcar consulta com um nutricionista e vigiar atentamente a dieta. Se tem tempo, pode preparar as refeições semanais e congelar, para que os seus pais e avós continuem a comer de forma saudável mesmo quando têm preguicite!

Osteopata

Além dos problemas que já mencionámos em cima, também é frequente os mais idosos terem dores nos ossos e nos músculos. Mas nem sempre é boa política usar analgésicos e pomadas. Por um lado, o corpo acaba por desenvolver resistência a estes medicamentos; por outro, este tipo de químicos stress os rins e o fígado mais do que seria desejável. Por isso, uma solução pode ser procurar um osteopata, que se baseia em métodos meramente naturais e no conhecimento profundo da anatomia humana para amenizar as dores.

Tai-Chi

Os mais velhos são os que mais resistem a praticar exercício. E se é verdade que alguns desportos podem resultar em ancas partidas, outros são perfeitamente seguros para os cidadãos mais séniores. Um exemplo é o tai-chi, que consiste em movimentos lentos e calculados e pode ser praticada por pessoas de qualquer idade – na Ásia, muitos idosos praticam este tipo de artes marciais para se manter em forma.

16
Jun20

Como cuidar melhor de si sem sair de casa

Maria Martins

Combater a ansiedade, controlar o seu peso, aumentar a sua auto-estima... Cuidar de si mesma é o primeiro passo para alcançar cada um desses desafios. 

fernando-cferdo-6x2iKGi6SPU-unsplash.jpg

 

Psicoterapia

A psicoterapia ajuda-o a perceber quais são os seus problemas – e, mais importante, a perceber a origem desses problemas.. Ao lidar com os seus traumas e problemas passados, começa a racionalizar as suas atitudes. Esse autoconhecimento permite que adapte seus comportamentos e, ao longo das sessões de psicoterapia, "reprograme" o seu cérebro para não reagir a certos gatilhos. 

Massagem profunda

Os romanos diziam “mente sã em corpo são”. Sabia que, se passar todo o dia tenso, acaba por criar “nós” nos músculos? Se quer libertar essa tensão, uma massagem profunda com um quiroprata ou uma sessão de acupuntura podem ser um bom complemento à psicoterapia. 

Comer saudável

Somos o que comemos. Visitar um nutricionista é essencial para saber se a sua dieta é equilibrada e se tenha todas as vitaminas e sais minerais necessários. A falta de certos sais minerais, como o magnésio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B, pode influenciar sua memória e humor. Se é vegetariano, preste atenção especial ao ferro e à vitamina B12.

Limpe sua casa

A nossa casa é o nosso espelho: casa limpa e arrumada, mente limpa e arrumada. Se ainda está a trabalhar em casa, por exemplo, será muito mais produtivo depois de arrumar a sua casa. No entanto, é normal que desarrume tudo muito mais rápido - e também é normal que não sinta vontade de gastar o seu tempo livre a limpar. A nossa solução? Procure um orçamento de limpeza de casa Fixando 24+.

 

31
Mai20

Cansado? Veja como ser mais produtivo no seu dia a dia!

Maria Martins

photo-of-man-cleaning-the-floor-3890198.jpg

 

Sente-se cansado? Veja aqui algumas dicas para ser mais produtivo no seu dia a dia. 

Agendar as tarefas dia a dia

Uma das maneiras de ser mais produtivo no seu dia a dia é concentrar-se em objectivos a curto prazo. Nestas circunstâncias, é difícil fazer planos a longo prazo – ainda não sabemos como vai ser o verão ou que surpresas nos esperam até ao fim do ano. Quando se concentra em objectivos concretos e a curto prazo, é mais fácil cumprir as suas tarefas. Isto faz com que se sinta mais motivado e consegue organizar seu trabalho sem dominar toda a sua vida.

Treinos intervalados de alta intensidade (HIIT)

Outra maneira de ser mais produtivo é adoptar treinos intervalados de alta intensidade (HIIT). Este tipo de treinos consiste em curtos intervalos de tempo (10 a 15 minutos), mas com grande intensidade. O objetivo é ganhar massa muscular rapidamente, geralmente através de exercícios com peso corporal. Se não vai voltar ao ginásio tão cedo, esta é uma boa aposta para se manter em forma e lidar com as suas frustrações.

Limpeza doméstica 

Quando sua casa também é o seu escritório, a limpeza doméstica é ainda mais importante. Mas a limpeza consome tempo e, após a limpeza, provavelmente já não lhe apetece trabalhar mais. Encontre um serviço de limpeza doméstica recorrente (uma vez por semana, uma vez por mês,...) na Fixando para obter um orçamento de limpeza.

Aproveite a luz natural

O nosso cérebro funciona melhor com luz natural - a ciência prova que a luz natural nos ajuda a ser mais produtivos. Lembre-se disso ao definir seus horários e objectivos diários! Tenha sua mesa perto de uma janela para ter mais luz natural para ler e escrever e, à noite, não adormeça ao telemóvel. 

24
Mai20

Como se preparar para ir à praia este verão

Maria Martins

aerial-view-photography-of-umbrellas-on-shore-1710

Photo by Chedi Tanabene from Pexels

Neste verão, nada será como antes. Ainda não sabemos ao certo como é que as idas à praia vão funcionar este ano. Mas, tendo em conta o que sabemos, é assim que se pode preparar para ir à praia em 2020.

Distância de segurança entre as toalhas. O verão de 2020 coincidirá com a fase de desconfinamento depois da pandemia de coronavírus. A distância de segurança deve ser mantida na praia - no mínimo um metro entre as toalhas. As multidões estão estritamente proibidas, com uma capacidade limitada nas praias.

Cubículos na praia? Ainda não sabemos, mas é uma possibilidade. Em Itália, o governo planeia ter cubículos na praia que separam as pessoas e evitam o contágio. Outra maneira de separar as pessoas é ter um número limitado de guarda-sóis- 10 metros entre cada um, pelo menos.

Preparar refeições. Este ano, não haverá vendedores de comida de rua na praia. Também não sabemos se pode passar a tarde na esplanada num bar de praia com seus amigos, ou se haverá apenas serviço take-away. Portanto, o melhor é preparar as suas refeições; comida que não se estrague facilmente com calor e é nutricionalmente valiosa durante todo o dia. Um nutricionista irá ajudá-lo a planear essas refeições.

Recupere sua forma física. Após dois meses sem sair de casa, é normal que você não esteja em ótima forma física. Talvez você não deva pular no mar sem trabalhar sua resistência e bem-estar físico. Comece com pequenas corridas, passeios de bicicleta e aumente gradualmente a dificuldade dos exercícios.

Lembre-se de que são possibilidades e hipóteses. Ainda não sabemos como será o verão de 2020, mesmo que seja possível viajar do interior para o mar. Na pior das hipóteses, pode não ser possível visitar algumas de nossas praias até o próximo ano. Se está realmente em baixo de forma, pode procurar um serviço de personal training

 

19
Mai20

Como preparar os exames nacionais? 

Maria Martins

smart-teenager-reading-book-at-table-3853300.jpg

Nunca houve um ano lectivo tão confuso como este, mas os exames nacionais vão para a frente. Os alunos de 11º e 12 ano devem preparar-se para os exames das disciplinas específicas – que decidem o acesso à faculdade – em moldes muito diferentes dos anos anteriores. Isto pode causar ansiedade tanto aos alunos como aos pais: como preparar os exames nacionais?

O mais importante a reter sobre os exames nacionais é que seguem um molde. Esse molde tem-se mantido inalterável nos últimos anos, por isso há inúmeros exames-modelo, testes intermédios, exames de 1ª fase e exames e 2ª fase para treinar. Especialmente nas disciplinas científicas – Matemática A, Físico-Química e Biologia/ Geologia A – não costuma haver grande variação no tipo de problemas e de perguntas propostas. 

Nas disciplinas de Humanidades e nas Ciências Socioeconómicas há mais variabilidade. Todos os alunos devem preparar um conjunto de temas para o exame, mas as perguntas só vão incidir sobre 3 ou 4. Por isso, é conveniente ver os critérios de correcção para as perguntas sobre um determinado tema – se o mesmo tema voltar a sair este ano, manter-se-á a mesma estrutura de resposta.

O grande problema é que nem todos os alunos têm com quem tirar dúvidas quanto não percebem as respostas dos exames. Apesar dos professores poderem tirar as dúvidas por email ou até por videoconferência, nunca será como resolver as perguntas em sala de aula. Além disso, pode dar-se o caso de nem todos os professores terem cumprido o programa da disciplina. 


Este último caso é o mais sensível e só há uma solução possível: procurar um explicador online que possa, nas semanas que faltam até ao exame, preparar o aluno. Se é o caso do seu filho, pode procurar aqui explicadores de Matemática A, explicações de Economia, de Físico-Química A e de preparação para os exames

12
Mai20

Crise durante a quarentena? 3 coisas que pode fazer em casal para superar

Maria Martins

two-women-with-yoga-mats-3823201.jpg

 

Enquanto alguns casais estão a aproveitar ao máximo o tempo juntos, outros estão a entrar numa crise de casal. Se a vossa relação já atravessava alguns problemas, é provável que tudo tenha piorado durante a quarentena. Por isso, é importante fazerem algumas actividades em casal para relaxar e voltarem a divertir-se um com o outro. 

Yoga 

Meditar em conjunto é saudável e recomenda-se. Há vários tipos de yoga mas, para os mais destreinados, o mais fácil é começar pelo hatha yoga, que inclui um conjunto de posturas que devem ser repetidas em sequência para atingir o equilíbrio entre o corpo e a mente. Se estão stressados, esta é uma forma de aliviar a tensão e de não projectarem tudo para cima do vosso companheiro/a.  

Leitura de cartas de tarot 

Arriscam saber qual vai o futuro da vossa relação? Então, peçam uma leitura de cartas de tarot. Se preferem que o futuro seja uma surpresa, recomendo que façam apenas a vossa carta astral (que vai muito além do vosso signo). A vossa carta astral vai fazer com que se possam conhecer muito melhor e é uma forte indicação da vossa compatibilidade. Por sua vez, este conhecimento permite-vos trabalhar nos vossos pontos fracos e nos vossos defeitos individuais para salvar a relação.

Personal training 

Os casais que treinam juntos ficam juntos… não é assim que vai o ditado? A verdade é que treinar em conjunto pode dar-vos um objectivo em comum, o que é muito saudável para um casal. Além disso, o exercício físico também é uma forma de acalmar, relaxar e libertar toda a tensão que vamos acumulando devido ao confinamento. 

 

25
Abr20

O que fazer para aliviar a ansiedade durante a quarentena 

Maria Martins

women-s-white-long-sleeved-top-1083981.jpg

Quando estamos perante o desconhecido e o incerto, é normal sentir-se nervoso e ansioso. Não há nada de errado consigo se estar em casa o deixa ansioso, com vontade de não fazer nada, com formigueiros nas pernas, com dificuldade em respirar ou um outros tantos sintomas que podem ser uma forma do nosso corpo manifestar ansiedade. Mas é importante cuidar da nossa saúde mental! Assim sendo, deixamos aqui algumas ideias para aliviar a ansiedade em tempos de quarentena. 

 

Exercícios de respiração 

A hiperventilação – uma respiração mais rápida e profunda, que nem sempre conseguimos controlar quando nos sentimos ansiosos – é o que nos dá sensação que vamos desmaiar e de não termos força. Felizmente, bastam alguns exercícios de respiração para regularizar o ritmo a que está a respirar. Outro truque muito simples é respirar para um saco de papel quando sente que vai ter uma crise de ansiedade. Isto ajuda-nos a recuperar dióxido de carbono, o que alivia a respiração descontrolada.

 

Consultas de psicologia 

Se acha que a sua ansiedade está totalmente fora de controle (tem ataques de ansiedade com muita regularidade, tem pensamentos excessivamente depressivos e não consegue abstrair-se das suas circunstâncias), recomendamos que procure a ajuda profissional de um psicólogo. Há vários psicólogos que estão a disponibilizar os seus serviços online, e até alguns seguros de saúde estão a oferecer essa possibilidade (gratuitamente) aos seus clientes. Tem ainda à sua disposição a linha de ajuda psicológica do SNS.

 

Meditação 

A meditação é outra forma de aliviar a ansiedade e de lidar com os seus sentimentos mais profundos. O objectivo da meditação é alinhar o corpo e a mente. Vai aprender a relaxar os músculos – que ficam naturalmente tensos e até doloridos quando estamos ansiosos – o que é uma enorme ajuda para que se comece a sentir melhor. Além disso, também se treina a estar confortável consigo mesmo, que é a chave para aguentar o isolamento social e manter a sua sanidade durante estes meses. 

 

22
Abr20

Comeu demasiado chocolate durante a Páscoa? Fique activo em casa!

Maria Martins

bright-close-up-color-colorful-221247.jpg

Chocolate a mais durante a Páscoa e exercício a menos durante a quarentena? É uma equação fatal para a sua linha. Se quer manter-se em forma, tem de fazer exercício em casa – e deixamos-lhe aqui algumas ideias. 

Saltar à corda

Um regresso aos tempos de criança? Talvez. Mas saltar à corda é um excelente exercício para se manter em forma e desgastar aquelas calorias do extra dos ovos de chocolate e das amêndoas. Faça um mini competição em família para estimular miúdos e graúdos e ver quem consegue saltar mais!

Tarefas Domésticas

As tarefas domésticas também são uma forma e exercício físico. Arrastar os móveis para limpar o pó, estender roupa, subir escada acima escada baixo, mover-se ao varrer, levantar pesos ao arrumar… É por isso que arrumar a casa é tão cansativo! Tente fazer tarefas domésticas em que tenha de mover-se pelo menos 20 minutos por dia e já estará a cumprir os 150 minutos de exercício físico semanais recomendados pela oMS.

Personal Trainer Online

A sua casa é pequena? Tem pouca disciplina? O melhor é procurar um personal trainer online que teça um plano propositadamente para si. Explique quais são os recursos que tem à sua disposição enquanto está em isolamento social e que músculos que gostava de trabalhar. Contratar com um personal trainer vai criar um sentido de “obrigatoriedade” para fazer exercício e pode ser a sua “salvação” para manter a forma.

Equipamento de Ginásio

A última sugestão também é a que precisa de mais investimento. Se se está a preparar para ficar em casa durante muito tempo, pode comprar o seu próprio equipamento de ginásio. Alguns acessórios são mais económicos, como os pesos e os elásticos. Outros, como as passadeiras, bicicletas e as elípticas são um pouco mais dispendiosos.